CDPST realiza mostra de resultado das atividades do Ponto de Cultura Oficina de Criação

O Centro Dramático Pajeú de Serra Talhada, exibe a partir de quinta-feira 23 desse mês uma mostra de resultado das atividades do ponto de cultura mantido em convenio com o Governo do Estadual e Federal; será um momento de celebração da arte e da cultura trabalhada por esses abnegados artistas, que aprendem e informam através das oficinas e cursos oferecidos gratuitamente aos interressados em ter uma preparação profissional na áreas das artes, especialmente o teatro e suas vertentes, além de danças e o incentivo a criação e desenvolvimento de suas habilidades, pois cada ser humano é livre pra crescer e viver seus ideais em conformidade com as regras impostas pelo meio em que habita.
Lá no Centro da Juventude (ou Educativo) Bom Jesus como é mais conhecido, que fica localizado à Rua 11 numero 1202 no bairro Bom Jesus; são realizadas uma serie de atividades voltadas para gente de toda as idades, basta apenas ter interresse em aprender algo positivo e construtivo e exercer sua cidadania de forma consciente, cultivando relações de aprendizagem e amizade constante. Segue abaixo a programação completa do evento.

PROGRAMAÇÃO:
Dia 23 (Quinta-feira) - às 19h
Dança: Turma do Centro Dramático Pajeú de Serra Talhada
Ciranda e Coco-de-Roda - Coreografia de Patrícia Gomes
Performance: O Lixo - Com os atores: Diego Adriano e Vanise Mariano
Peça teatral: Jesus & Judas - Traição ou Missão?
Texto: Adriano Marcena Direção: Carlos Silva
Com os atores: Carlos Silva e Mannoel Lima
Dia 24 (Sexta-feira) - às 19h
Dança: Turma do Centro Dramático Pajeú de Serra Talhada
Grupo Stily Crew Hip Hop de Serra Talhada
Direção: Julio Cesar
Performance: A Perdida - Com a atriz: Juliana Guerra
Peça teatral: NeuRosE - A cidade e seus sentidos
Direção: Gilberto Gomes Intérprete: Carlos Silva
Dia 25 (Sábado) - às 19h
Funk Dance: Os Envolventes
Com Willian, Irsael, Jean e Jefferson
Recital: A poesia e os adolescentes
Direção: Leandra Nunes e Lila Nunes
Peça teatral: Conversas de Lavadeiras
Texto: Robson Araújo Direção: Carlos Silva
Com os atores: Vanise Mariano, Dany Feitosa, Leandra Nunes,
Carlos Silva, Humberto Cellus e Diego Adriano
Dia 26 (Domingo) - às 19h
Exibição de Documentários das atividades do Centro Dramático Pajeú
Ponto de Cultura - Oficina de Criação - aprender fazendo e formar informando.
Local: Centro educativo - Bom Jesus - Rua 11 Nº 1202
Livro raro sobre centenário de Serra Talhada é adquirido
pelo CDPST para sua biblioteca

    Com recursos do Projeto Vamos ler na Barraca, Gente! O Centro Dramático Pajeú de Serra Talhada/PE – CDPST, acaba de adquirir 2 livros raros no Sebo de Seu Brandão em Recife/PE, trata-se dos títulos: Vila bela, os Pereiras e outras histórias de Luís Wilson e Centenário da Serra Talhada 1851-1951, obras essas a muito almejadas por Modesto de Barros, Presidente do CDPST e que ora consegue adquirir para nosso acervo; é um contentamento ter em mãos essas obras raras sobre a história do município,  sua formação, sua religiosidade e cultura. Diz ele, colocando os livros a serviço da comunidade para fins de pesquisa e estudo, in loco e sobre o olhar dele, já que cada obra tem mais de 60 anos. A biblioteca do CDPST que funciona no Centro da Juventude Bom Jesus à Rua 11, está recheada de livros, revistas, jornais e outros materiais guardando por Modesto e Carlos Silva ao longo dos anos e ora essa riqueza é colocada a disposição dos amantes da literatura e da arte em geral, nesse espaço que vem funcionando desde 2010 com diversas atividades, voltadas para a formação do cidadão/cidadã serra-talhadense.
    O Centro, como o nome já diz é uma entidade Cultural aberta aos interresados em fazer arte (principalmente a Cênica), e manter viva a nossa história cultural, enraizada no homem/mulher desde sua concepção ao legado que deixa após sua morte.
HÁ 23 anos vem desenvolvendo suas atividades e ora como Ponto de Cultura e através de projetos como esse de incentivo a leitura, está colocando pra população sem pedir nada em troca uma gama de serviços, além de promover diversão e formação aos que se propõem participar ou assistir suas encenações região a fora. A aquisição desse e de outros livros vem somar a nossa vontade de vê pessoas cada vez mais cientes e conhecedores de sua história, seus deveres e direitos constituídos e, assim contribuir para construção de um mundo mais justo, humano e acima de tudo repleto de arte. Finaliza Carlos Silva.

Comentários

 
Copyright ©2018 GArganTA MAGAlhães Todos os Direitos reservados | Designed by Robson Nascimento