[Declamadores, Poetas e Cordelistas de Sertânia-PE] Pensar.

Pensar.

Nunca mais sentir o cheiro,
Do meu pedaço de chão,
Onde a saudade abrevia,
Batidas no meu coração,
Mas pra espantar a saudade
Que o meu peito invade,
Abraço o meu violão.

Ouço uma bela canção,
Que de lá, me faz lembrar,
Engano meu sentimento
Sabendo que vai voltar.
Em alguns goles te beijo,
Em alguns sonhos eu vejo
Sertânia em qualquer lugar.

Flaviano Siqueira.

Comentários

 
Copyright ©2018 GArganTA MAGAlhães Todos os Direitos reservados | Designed by Robson Nascimento