12 mulheres que mudaram os rumos da história ( POR JÉSSICA CHIARELI)

     
     Muitas mulheres que revolucionaram a tecnologia, a ciência, a sociedade ou se transformaram em nomes de peso da literatura não são lembradas devidamente por seus feitos. Para ajudar a contornar essa situação, a Bula reuniu em uma lista algumas mulheres que precisam e merecem ser lembradas, pois de uma maneira direta ou indireta ajudaram a mudar os rumos da história. É importante lembrar que a lista não tem a intenção de ser definitiva e tão pouco consegue abarcar todos os nomes de mulheres pioneiras e consagradas. Alguns nomes lembrados foram os da ativista negra americana Rosa Parks; da cientista Marie Curie; e da psiquiatra brasileira Nise da Silveira. Além de personalidades, optou-se por incluir excepcionalmente uma associação civil formada por mulheres, as Avós da Praça de Maio.
Ada Augusta King, a Condessa de Lovelace, foi uma matemática e escritora inglesa que viveu entre os anos 1815 e 1852. Ela é conhecida por ser a criadora do primeiro algoritmo para ser processado por uma máquina, a máquina analítica de Charles Babbage. O algoritmo permitia a computação de valores de funções matemáticas. Por esse trabalho ela é considerada a mãe da programação.
Alice Ball se graduou em Farmácia e Química na Universidade de Washington em 1914, aos 22 anos. Depois, foi a primeira mulher, e a primeira mulher negra, a obter mestrado em Química na Universidade do Havaí. Na pós-graduação, estudou o óleo de chaulmoogra, usado para tratar a hanseníase, mas que era muito amargo para ser ingerido. Ela, então, encontrou uma maneira de isolar os ésteres da substância, permitindo que ela fosse injetada, salvando centenas de vidas.
Ellen Johnson-Sirleaf é uma política liberiana que, em 2005, tornou-se a primeira mulher negra eleita presidente no mundo. Em 2011, ela foi novamente a mais votada nas urnas, e continuou vestindo a faixa presidencial por mais um mandato. Ainda em 2011, ela recebeu o Prêmio Nobel da Paz, ao lado de Leymah Gboweepor e Tawakel Karman, por sua luta não violenta para a segurança e pelos direitos das mulheres

.Gabriela Mistral, primeira Nobel de Literatura da América Latina
Gabriela Mistral, pseudônimo de Lucila de María del Perpetuo Socorro Godoy Alcayaga, nasceu em 1889, no Chile, e foi uma poetisa, educadora e diplomata. Por seus poemas, ela foi agraciada com o Nobel de Literatura de 1945, tornando-se a primeira pessoa da América Latina a receber o prêmio. Algumas de suas obras são “Sonetos de la Muerte” (1914), “Desolación” (1922), e “Ternura” (1924)

.Gertrude B. Ellion, criadora da quimioterapia

A bioquímica americana recebeu o Nobel de Medicina em 1988, depois das suas pesquisas no Wellcome Research Laboratories, do Research Triangle Park, complexo de pesquisa de três universidades da Coralina do Norte. Durante seus estudos, ela desenvolveu uma droga para o tratamento da leucemia. Além disso, descobriu importantes princípios de quimioterapia, amplamente utilizada para o tratamento de vários tipos de câncer na atualidade

.Hedy Lamarr, precursora da conexão wireless

Hedy Lamarr, nome artístico de Hedwig Eva Maria Kiesler, foi uma atriz e inventora austríaca que se radicou nos Estados Unidos. Durante a Segunda Guerra Mundial, ela inventou um sofisticado aparelho de interferência em rádio para despistar radares nazistas. A ideia surgiu em conjunto com o compositor George Antheil. O sistema serviu de base para a criação da telefonia móvel e da conexão wireless

.Avós da Praça de Maio, associação civil pelo resgate de crianças desaparecidas

EU
Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho,e desta sorte
Sou a crucificada … a dolorida …
Sombra de névoa tênue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!…
Sou aquela que passa e ninguém vê…
Sou a que chamam triste sem o ser…
Sou a que chora sem saber porquê…
Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou!
Florbela Espanca




MARIELLE VIVE...


FUNDADOR DO BLOCO COBRA CORAL CLÉCIO (MARRETA) & CIA...

 
            EM 2020 TEREMOS MAIS FOLIÕES E A PRESENÇA DE BONECOS GIGANTES DE TRICOLORES ILUSTRES COMO: LUIS PINTOR  DE TRICOLOR A FOLIA, DO POETA  EXPEDITO MATOS E LUIS PINHEIRO SANTA CRUZ ILUSTRE TORCEDOR QUE TEM O NO PRÓPRIO NOME O TIME DE CORAÇÃO ENTRE OUTRAS NOVIDADES...

CARNAVAL DE SERTÂNIA 100% TRICOLOR BLOCO COBRA CORAL...




Bloco é formado de pessoas  folclóricas como Luquinha, Fera, etc. de poetas, músicos, etc. enfim democraticamente O POVO, como sempre foi na vida do eterno SANTA CRUZ....só cobrões...
 
Copyright ©2018 GArganTA MAGAlhães Todos os Direitos reservados | Designed by Robson Nascimento